quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Quero amar


Quero sentir frio na barriga 
saudade, ciúme 
Ser amiga 
amante, cúmplice 
Desenhar coraçãozinho 
Soltar milhares de suspiros 

Quero sorrir do nada 
dançar sem música 
Andar de mão-dada 
fazer cartinha 
Escrever poesia 

Quero me arrepiar 
de desejo, de tesão 
que o mundo pare 
só pra eu viver minha paixão 

Quero dividir segredos 
Ouvir conselhos 
Ter alguém pra conversar 
Até mesmo pelo olhar 

Quero me apaixonar 
Sentir o coração palpitar 
Sem dúvidas, receios 
ou medo 
Hoje, eu quero amar

3 comentários:

  1. Há encantamento e reconhecimento em cada dizer!

    Que bom evoluir com você, Carol!

    ResponderExcluir
  2. MUITO AMOR... MUITO AMOR... MUITO AMOR!!!!

    ResponderExcluir